Algarve

Descobrindo o Algarve: #3 Lagos

Sem dúvida uma das praias mais conhecidas do Algarve.

Particularmente falando, a mais bonita também.

Na verdade, o certo seria dizer as praias. Meia Praia, Praia da Batata, do Pinhão, Dona Ana, dos Estudantes, do Camilo, dos Pinheiros, etc. Uma do lado da outra. Entre as subidas e descidas das falésias.

A parte mais alta de Lagos, a Ponta da Piedade oferece vistas maravilhosas

Como ir?

Saindo de Faro é possível ir de ônibus ou trem. Na primeira opção, menos horários, passagem a 11,80€ (ida e volta). Na segunda, 14,60€, mas se comprar com antecedência de cinco dias consegue-se mais barato.

Quando eu visitei Lagos, em Setembro, fui de trem. Viagem tranquila, passando por várias cidades e duração de pouco menos de duas horas. No auge do verão, talvez um pouco mais por causa do movimento. A estação fica do outro lado da marina da cidade, na parte da Meia Praia. É preciso atravessar uma ponte que abre e fecha constantemente para chegar ao restante dos lugares.

Existem diversas opções de empresas de aluguel de carro e, dessa forma, podes ir pela A22 (autoestrada com pedágio) ou pela N125 (estrada nacional gratuita).

Leve um bom tênis. Mas não esquece os chinelos, é claro.

Chegando lá, te prepara pra caminhar bastante. São vários caminhos, escadas, pequenas trilhas para chegar às falésias e às praias. Mas cada momento vale o esforço. São paisagens lindas, pessoas de vários países, tranquilidade…

A dica é levar na mochila bastante líquidos por causa do calor e alguma coisa pra comer, porque na beira das praias são poucas opções de bares e restaurantes, e com o preço salgadinho como a água cristalina do mar.

Mergulho no mar geladinho da Praia do Estudantes

A Praia do Camilo e Dona Ana são as mais concorridas. Algumas outras, com pequenas faixas de areia, têm menos pessoas e são opções para quem quer curtir um momento mais relax.

No centro de Lagos, existem muitos restaurantes, bares, festas e lojas. Ou seja, bastante coisa para ver fazer à noite também. É muito agradável caminhar pelas pequenas ruas e becos. Por isso, minha recomendação é que, se possível, fique uma noite ao menos para curtir tudo.

Quando ir e onde ficar?

O auge do verão na Europa é nos meses de Julho e Agosto. Obviamente, estes são os meses que o comércio de Lagos aproveita para ganhar dinheiro. Portanto, as coisas vão estar mais caras nessa época.

A dica é tentar pegar o começo do verão, Maio e Junho, ou o fim, Setembro.

Opções de alojamento são muitas. Hotéis de cinco, quatro e três estrelas. Hostels interessantes e cheios de eventos. Guests houses, que basicamente são hotéis mais simples. E também é sempre válido tentar um couchsurfing, se tu curtir este tipo de experiência.

Tu vais gostar.

Não te assusta. Em alguns momentos vai parecer que tu está na Inglaterra. Ou na França. Ou na Espanha. Bom, tu vai ter certeza que está na Europa. De repente leve um dicionário, haha.

São pessoas de todos os cantos e isso é muito bom, uma oportunidade de estar em contato com outras culturas.

Turistas exploram o topo das falésias na Ponta da Piedade

Eu ainda não conheci alguém que voltou de Lagos sem um sorriso no rosto.

Para mais conteúdos, acesse nosso Facebook e Instagram.

Nos links abaixo, tu encontras várias atividades para fazer em Lagos com ótimos preços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *