Visto de estudante para Portugal

Muitas pessoas pensam em viajar como turista e realizar o processo do visto já em Portugal. Isso era possível até algum tempo atrás, em caráter de exceção. Hoje, com o grande número de pedidos, o SEF não aceita mais esse tipo de situação. São diversos casos de pessoas que foram obrigadas a voltar ao Brasil para solicitar o visto. 

Sim, precisamos de visto para viver em Portugal.

Como não somos turistas e não vamos ficar apenas 90 dias no país, precisamos desse “documento”. Caso tu venha fazer apenas mobilidade, que geralmente dura entre 6 meses e um ano, deve pedir um visto temporário.

No caso de quem vem para realizar o curso todo, de três, quatro ou cinco anos, é preciso pedir um visto de residência para estudo, que serve para quem for ficar mais que um ano no país.

Para fazer o requerimento, tu deve reunir todos os documentos pedidos, fazer o pagamento e aguardar o dia marcado para ir ao Consulado ou Vice-Consulado Português. A lista completa pode ser encontrada aqui.

Alguns deles:

1. Documentos que fundamentem o pedido deste visto. Por exemplo, a carta de aceite da universidade. Tão logo tu seja classificado e realize o pagamento da matrícula, a UAlg envia por email esta declaração.

2. Declaração do próprio: declaração assinada pelo requerente, especificando as atribuições profissionais que possui, o período que pretende permanecer em Portugal, o local de alojamento e as referências em Portugal. Leia-se “explicando o que vai fazer no país.”

3. Comprovativo dos meios de subsistência: os meios de subsistência em Portugal, durante o período de permanência ou fotocópia da última declaração de imposto de renda. O documento mais comum a apresentar é um extrato de uma conta corrente (em folha A4), que necessita ter um saldo equivalente a um salário mínimo português, ou seja, €557,00 (confira o artigo 11º que fala sobre isso). Caso tu não tenha esse valor na conta, é possível que alguém se responsabilize por ti, apenas deve apresentar uma declaração simples e anexar o imposto de renda junto com os documentos.

4. Alojamento: o alojamento deve ser comprovado através da apresentação de documentação própria. A Universidade do Algarve envia uma declaração caso tu fique na residência universitária. Em casos onde o aluno fique em apartamento que não tenha contrato de aluguel, pode-se solicitar a declaração também.

5. Seguro médico internacional de viagem: seguro médico internacional de viagem, válido pelo período que vai permanecer em Portugal. A apólice de seguro deve incluir a cobertura de repatriação por motivos médicos, necessidade urgente de atenção médica e tratamento hospitalar de emergência. Existem duas formas de consegui-lo: PB4-INSS ou contratando um seguro privado. O PB4 é um acordo que te dá o direito de usufruir do serviço de saúde público de Portugal. Em Porto Alegre, eu retirei o documento no prédio do Ministério da Saúde. Antes de vir, pesquisei e li em vários sites que o sistema aqui é razoavelmente bom, portanto fiz essa escolha. Saiba mais aqui.

Processo de concessão do visto:

Bom, além da entrega da papelada, é importante entender como são os prazos após o ínicio do trâmite.

A partir do dia que tu entregar os documentos no consulado (e eles estiverem todos corretos), existe um prazo de 20 dias onde os documentos são enviados para Portugal para serem analisados.

Quando o pedido for aceito, eles enviam teu passaporte para São Paulo, onde fica o Consulado Geral, e depois retorna diretamente via correio para o teu endereço. Essa segunda etapa pode demorar mais 15 dias.

Como eu já estava atrasado, me deram a opção e acabei indo até São Paulo pessoalmente e recebi o visto em 15 minutos. De lá, parti para Lisboa.

museu-da-língua-1-1024x704
Fonte: http://www.saopaulo.sp.gov.br

Essa segunda etapa apenas ocorre nas cidades que não possuem um consulado, como Porto Alegre que só tem um vice-consulado, ou Curitiba. Além de São Paulo, existe um consulado geral no Rio de Janeiro e em Brasília fica a embaixada.

Portanto, é bom se planejar bem para evitar mais despesas (como a minha) já que todo o processo é relativamente lento e estressante.

No ano de 2017 houve casos de pessoas que esperaram mais de 50 dias pelo visto, pois os consulados portugueses não estavam dando conta de tantos pedidos.

Título de residência:

Por fim, esse visto é usado apenas para a entrada em solo português e tem uma duração de 120 dias. Antes de ele vencer, tu deve se deslocar até o SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) e fazer o pedido do título de residência, que dura um ano, e vale como teu cartão de identidade em Portugal e custa em torno de 50€ .

IMG_20180227_203640
O Título de Residência serve como documento legal

Desta forma, todo o ano ele deve ser renovado, mediante a apresentação dos mesmos documentos: comprovante de matrícula, residência, subsistência e seguro de saúde.

Com este cartão, não é preciso andar com passaporte ou qualquer documento do Brasil.

Dúvidas? Comente! Para mais conteúdos, siga-nos no Facebook e Instagram.

 

0 resposta para “Visto de estudante para Portugal”

    1. Oi, Fernando! Sim, em todos os casos é preciso comprovar que tu terá moradia em Portugal. Inclusive se for turista, quando chega na alfandêga, é bom ter comprovante de reserva de hotel, hostel, etc…

  1. Olá! Tudo bem? Parabéns pelo site, foi o único em que encontrei informações sobre essa universidade e sobre os processos para se candidatar a ela. Gostaria de saber se o visto que pedimos é visto de residência mesmo? Não é de estudante? No caso, se conseguir o de residência seria 4 anos de curso, esses 4 anos contam depois como residência em Portugal ou processo começa do zero? Obrigada desde já!

    1. Oi, Michele! Obrigado pelo comentário. Então, precisamos do visto de residência justamente por termos que ficar durante os 3 ou 4 anos de graduação. Não existe visto de estudante. O que existe é o visto de residência para fins de estudo, ou seja, a tua atividade principal no país é a universidade. Caso tu venha fazer mobilidade acadêmica, daí existe um visto para estada temporária, quando se fica menos de um ano. Aqui no link estão disponíveis mais informações: http://consuladoportugalsp.org.br/vistos/

  2. Oi! Primeiro, parabéns e obrigada pelo site! Tem me ajudado bastante hahah
    Vou fazer um intercâmbio em Faro em agosto, e já estou muito ansiosa! As coisas que você posta ajudam muito (Inclusive a aumentar minha ansiedade, às vezes. Mas faz parte hahah)
    Você sabe se precisa de alguma vacina pra ir morar em Portugal?
    É muito difícil conseguir o alojamento da UALG?
    Continua com esse site, tá muito bacana!

    1. Obrigado, Liza! Que bom que está ajudando, essa é a intenção, haha. Então, não é preciso nenhuma vacina, mas é sempre bom estar com elas em dia. Sobre o alojamento, não é tão difícil, até porque eles dão prioridade para quem não é da região. Ou seja, portugueses de outra parte do país e estudantes internacionais são privilegiados nesse sentido. Vou continuar sim, logo volto a fazer posts 🙂

  3. Olá novamente! Seu blog é muito, mas muito instrutivo. Parabéns!
    Eu tenho umas perguntinhas… Vc disse que o visto de residência dura 120 dias. Mas como ele pode durar esse tempo sendo que é para quem vai permanecer em Portugal por um período superior a um ano?
    No Brasil, eu posso tirar o visto com antecedência de vários meses para não ter risco de ficar tudo em cima da hora quando o momento de partida chegar?

    1. Oi, Karina! Fico muito feliz que ele esteja ajudando 🙂 Sobre o visto, o bom é recolher todos os documentos necessários e esperar para fazer o pedido uns 2/3 meses antes de viajar porque, como eu expliquei, dura apenas 120 dias. Antes de ele vencer, tu deve ir ao SEF fazer o pedido do título de residência (esse sim é anual), que é o bilhete de identidade que tu terás aqui em Portugal – e custa uns 45€.

  4. Oi André! Parabéns pelo site, está me ajudando muito.
    Embarco para Algarve em setembro e meu passaporte vence em março de 2018, porém a universidade já enviou os documentos constando o número do meu passaporte atual. Pretendo fazer um passaporte novo antes de embarcar. Preciso fazer uma nova solicitação de documentos para a universidade a fim de dar entrada ao meu visto ?

    1. E aí, Bernardo! Fico feliz que o blog esteja ajudando 🙂 Então, acho que para não ter confusão é melhor tu deixar para fazer o passaporte novo aqui em Faro mesmo. No consulado aqui da cidade fica pronto na hora e o valor é 120€. Ou então solicita o mais rápido possível o novo passaporte e pede para a UAlg atualizar as declarações.

  5. meu caso, tenho 17 anos, faltam 6 meses pra eu completar a maior idade e quero viver com minha mãe que já mora a 10 anos em portugal. qual documento necessario?

  6. BOA TARDE ANDRERIES… Parabéns pelo seu blog, tem ajudado bastante a Galera !!!!!
    Minha filha foi aprovada para o 2º semestre de 2017, podemos viajar sem visto ( tipo turista / 90 dias ) e deixar para solicitar o visto de residência quando ela já estiver em Portugal ?

  7. Andrerieres Parabéns cara!!! Blogs informativo de boa intenção.
    Estou me preparando para ir para Algarve ,cursar Gestão ,tenho empresa no Brasil e vai me custear enquanto estiver aí.Irei com esposa e filho você acha que é problema para pedir o visto ou devo ir de turismo e ingressar na Faculdade e pedir a troca de visto aí? Tenho um conhecido que acha melhor eu ir ficar de boa ,ingressar e depois pedir a troca oq vc acha?

    1. Olá, Rodrigo! Ultimamente o SEF tem feito as pessoas voltarem ao Brasil para fazer o visto de residência por essa razão. Sugiro que faça tudo no Brasil, porque o valor de uma passagem ainda é mais alto que o do visto 🙂

  8. BOM DIA ANDRERIES
    1 – pode no enviar um modelo da DECLARAÇÃO que minha filha deverá apresentar especificando suas atribuições, período de permanência em Portugal e referências…  ( não tem no site de pedido de visto ).
     
    2 – com relação ao Atestado de bons antecedentes, no site diz que temos legaliza-lo no ITAMARATY ( como devemos proceder ? ) 
     
    3 – a validade de 120 dias do visto, passa a contar a partir de quando ?

    1. Oi, Paulo!
      1 – Eu não tenho mais essa declaração, fiz de próprio punho quando solicitei o visto. Mas lembro que continha meus dados, dizia que estava vindo para estudar, que iria morar no alojamento da universidade e que teria a UAlg como referência;
      2 – O atestado de antecedentes criminais é fornecido pela Polícia Federal e pode ser autenticado em cartório mesmo;
      3 – A validade passa a contar a partir do dia que o visto é concedido.

  9. Boa noite, estamos indo somente em fevereiro de 2018 e meu filho irá fazer a candidatura agora, ele pode solicitar que o curso comece somente no segundo semestre? (no caso fevereiro/18) ou todos os cursos começam impreterivelmente em setembro? qual o procedimento? saberia informar?

    1. Olá, Edna! Se ele conseguir a vaga, pode até começar a estudar apenas em Fevereiro. Porém, paga a anuidade normalmente. Aqui, o ano letivo começa sempre em Setembro e, portanto, é quando os cursos iniciam. Ou seja, ele vai fazer as matérias do 2º semestre, retorna para as matérias do 1º e depois segue o curso normalmente a partir do 3º semestre.

  10. Andreries, sou mãe de um aluno brasileiro matriculado no curso de Biologia da Faculdade do Algarve. O período de inscrição para a vaga foi de 17/07/2017 e se encerrou em 08/08/2017. Foi uma grata surpresa sabermos que ele foi selecionado. O problema é que este resultado saiu, somente, em 28/08/2017. Estamos com toda a documentação pronta mas estamos enfrentando a Burocracia dos consulados brasileiros para emitir o visto de residência, que pedem o prazo de 60 dias para a emissão do “tal visto”, pois o curso sura 03 anos. O nome do meu filho é GUILHERME BORGES RODRIGUES FREITAS. Estamos, literalmente, desesperados. Estamos com toda documentação exigida para o visto, mas não conseguimos nem argumentar com o Consulado de Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais. Você pode, por favor, alguma sugestão que possa nos ajudar?

    1. Olá, Edinice! Vocês podem tentar solicitar e enviar os documentos diretamente para São Paulo, onde fica o consulado principal no Brasil e deve ser mais rápido. Falem com o pessoal de Minas e confirmem se isso é possível. Boa sorte!

  11. BOM DIA ANDRERIES minha filha estuda na UALG desde SET/2017 o visto de residência dela vence em 08/01/2018. 1) Qual a REAL importância do NIF ? 2) Com visto vencendo em JAN/18, ela pode transitar livremente em Portugal e fora até quando ? 3) Para renovar o visto é preciso ter em mãos o NIF ? Sds

    1. Olá, Paulo, boa tarde! O visto é um “documento” que autoriza a pessoa a viajar e entrar em Portugal. Como o visto dela vence em 8 de janeiro, ela deve se dirigir até o SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) antes dessa data, de preferência um mês antes, e solicitar o título de residência. Este documento servirá para que ela tenha livre trânsito dentro da União Europeia e será o seu cartão de identidade, com duração de um ano. O SEF irá determinar uma data para ela comparecer com alguns documentos a apresentar, basicamente os mesmos que teve que entregar para o visto. Em relação ao NIF, este documento está no âmbito fiscal, ou seja, ela precisará para abrir uma conta em banco ou quando já estiver trabalhando, por exemplo. Ela só consegue fazer o NIF após ter o cartão do título de residência. Se ela tiver que fazer antes, precisará de um responsável fiscal, ou seja, algum residente em Portugal.

  12. Olá, vendo o seu post, fiquei com algumas dúvidas referentes à comprovação financeira. Por exemplo, se eu mesmo tiver que comprovar a minha condição financeira, como devo proceder. Minha situação é a seguinte: Fui aceito na Universidade para o Mestrado, então pretendo me desligar do meu trabalho. Meu salário bruto atual é em torno de 10 mil reais, é o que eu informo também no Imposto de renda. Logo pretendo utilizar minhas verbas rescisórias para custear a minha estada durante o período do curso. Pergunta: Eu apresentar apenas a minha declaração de imposto de renda é o suficiente para comprovação financeira?

    1. Olá, José! Muito obrigado pela tua pergunta. Essa é uma situação bem relativa. Pois não existem valores definidos para a solicitação do visto. O que mais eu tenho escutado e lido é que o valor do salário mínimo em Portugal (557€) tem sido suficiente para esse processo. Pelo que eu entendi, o teu caso é bem tranquilo de ser aceito, pois a tua renda é/vai ser suficiente para o período de estudo. Abraço!

  13. Olá André,
    Tudo bem? Então, tenho uma dúvida ( talvez duas haha) eu fui aprovada em Economia ( Ualg), acabei de mandar os documentos comprovando a matrícula, mas eu vou fazer 18 anos daqui a um mês, será que se eu receber os documentos necessários para tirar o visto antes do meu aniversário, eu posso esperar para solicitar depois ( quando eu fizer 18), e quando eu receber o visto eu já posso ir ou tenho que esperar as aulas começarem?
    Muito obrigada!

    1. Oi, Jamile! Desculpa a demora! Pode esperar sim, não tem problema. É pouco tempo de diferença. Sobre a questão de quando vir, não existe uma data estabelecida, mas não sugiro vir com antecedência superior a 2 meses das aulas, porque o SEF pode incomodar na hora de solicitar o título de residência. E parabéns pela vaga em Economia! 🙂

  14. Boa noite André,
    Estou com uma dúvida, gostaria de saber se você pode me ajudar.
    O meu filho passou para a universidade de Coimbra, eu sei que você fala da universidade do Algarve, mas talvez seja nomeado processo.
    Meu filho fez um pedido de reserva de vaga no alojamento, porém até agora a universidade ainda não enviou o comprovante do alojamento. Já enviamos um e-mail para saber como devemos proceder e até agora nada.
    Temos como última opção reservar um hotel por um período de 8 dias para enviar para o consulado.
    O que você me sugere?

    1. Olá, Andréa! Me desculpa pela demora! Sim, a reserva em um hotel (ou hostel, que é mais barato) é uma boa opção nesse caso. Inclusive, sugiro fazer pela Booking.com, pois geralmente pode-se cancelar até 2 dias antes sem custos. Dessa forma, vai servir para o pedido do visto e, de repente, antes da viagem já esteja tudo certo com o alojamento e vocês conseguem cancelar a reserva. Beijos!

  15. Olá, tenho outra dúvida, rs.
    Irei fazer intercâmbio no Instituto Politécnico de Bragança em setembro, e tenho uma declaração de bolsa no valor de R$ 1400,00, e minha mãe também fez uma declaração de responsabilidade pelos meus gastos, sendo o salário dela de R$ 2890,00. Você acha que com esse valor o visto seria aprovado? Essa tem sido uma das minhas maiores preocupações.

  16. Olá!
    Você saberia me dizer se é muito difícil conseguir um visto de permanência enquanto faz a faculdade? Tenho a intenção de continuar trabalhando e morando em Portugal após o término da faculdade, mas não consegui achar informações sobre isso em lugar nenhum.

    1. Olá, Daniel! A informação que eu tenho é de que após o término da faculdade, caso você tenha um emprego, pode solicitar o visto de residência para trabalho para continuar morando em Portugal. Mas somente após a conclusão do curso. Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *